Open Access. Powered by Scholars. Published by Universities.®

Political Science Commons

Open Access. Powered by Scholars. Published by Universities.®

Articles 1 - 30 of 121

Full-Text Articles in Political Science

No Witness, No Case: An Assessment Of The Conduct And Quality Of Icc Investigations, Dermot Groome Apr 2019

No Witness, No Case: An Assessment Of The Conduct And Quality Of Icc Investigations, Dermot Groome

Dermot M Groome

The conduct and quality of investigations pursued by the Office of the Prosecutor of the International Criminal Court have come under increasing scrutiny and criticism from judges on the Court. Criticism is directed at the time and length of investigations; the quality of the evidence advanced in court; the inappropriate delegation of investigative functions, and the failure to interview witnesses in a way that is consistent with the Prosecution’s obligation to conduct investigations fairly under Article 54 of the Rome Statute. This essay explores these criticisms and concludes that the judges are justified in their concerns regarding the Prosecution ...


Translating Scholarship Into Policy, Scott Sigmund Gartner, Amy C. Gaudion Jan 2019

Translating Scholarship Into Policy, Scott Sigmund Gartner, Amy C. Gaudion

Amy C. Gaudion

There is an ever widening gap between conflict resolution policy makers and scholars—a tragedy given practitioners’ dire need for new ideas to help resolve deadly conflicts and the growing knowledge researchers have to share. Research tends to swing like a pendulum between analytic and rigorous methods and accessible and relevant approaches. We reject this tradeoff. We believe that research can be simultaneously rigorous and relevant, and analytic and accessible. Given the devastating loss of life associated with armed conflict, the need for translating research results into policy prescriptions is especially strong in peacemaking. The goal of this issue of ...


Canal Boy To President 1881 Miller Ed.Pdf, Jon Miller Aug 2018

Canal Boy To President 1881 Miller Ed.Pdf, Jon Miller

Jon Miller

No abstract provided.


From Paper To Electronic Order: The Digitalization Of The Check In The Usa*, Benjamin Geva Jul 2016

From Paper To Electronic Order: The Digitalization Of The Check In The Usa*, Benjamin Geva

Benjamin Geva

No abstract provided.


International Activity And Domestic Law, Adam I. Muchmore Aug 2015

International Activity And Domestic Law, Adam I. Muchmore

Adam I. Muchmore

This essay explores the ways States use their domestic laws to regulate activities that cross national borders. Domestic-law enforcement decisions play an underappreciated role in the development of international regulatory policy, particularly in situations where the enforcing State's power to apply its law extraterritorially is not contested. Collective action problems suggest there will be an undersupply of enforcement decisions that promote global welfare and an oversupply of enforcement decisions that promote national welfare. These collective action problems may be mitigated in part by government networks and other forms of regulatory cooperation.


Realism And Pm Narendra Modi’S Foreign Policy: Identification Of Gaps, Vivek Kumar Srivastava Dr. Jun 2015

Realism And Pm Narendra Modi’S Foreign Policy: Identification Of Gaps, Vivek Kumar Srivastava Dr.

Vivek Kumar Srivastava Dr.

Indian PM Narendra Modi is a dynamic leader. There are several discussions on his foreign policy, most of these have not studied it with a realist perspective. The present paper uses realist theoretical framework to identify the gaps in foreign policy.


The Prohibition On The Use Of Force For Arms Control: The Case Of Iran’S Nuclear Program, Mary Ellen O'Connell, Reyam El Molla Jan 2014

The Prohibition On The Use Of Force For Arms Control: The Case Of Iran’S Nuclear Program, Mary Ellen O'Connell, Reyam El Molla

Mary Ellen O'Connell

International law does not permit the use of military force against Iran to attempt to end its nuclear program. The resort to military force in international relations is covered first and foremost by Article 2(4) of the United Nations Charter. Article 2(4) is a general prohibition on resort to force that includes resort to military force for arms control, including nuclear weapons control. The Charter has two express but limited exceptions to the ban on military force. A state that is the victim of a significant armed attack may use force in necessary and proportional self-defense; the United ...


“Onde Está A Felicidade?", Paulo Ferreira Da Cunha Apr 2013

“Onde Está A Felicidade?", Paulo Ferreira Da Cunha

Paulo Ferreira da Cunha

Poderemos ser felizes? Passamos a maior parte do tempo a trabalhar, no emprego ou em casa, e em Portugal até dormimos cada vez menos. A aproximação à felicidade parece cada vez mais depender de como nos sentirmos no trabalho. E face à dura realidade, poderemos sonhar que todos sejam felizes no trabalho, ou tal será uma quimera?


“Onde Está A Felicidade?", Paulo Ferreira Da Cunha Apr 2013

“Onde Está A Felicidade?", Paulo Ferreira Da Cunha

Paulo Ferreira da Cunha

Poderemos ser felizes? Passamos a maior parte do tempo a trabalhar, no emprego ou em casa, e em Portugal até dormimos cada vez menos. A aproximação à felicidade parece cada vez mais depender de como nos sentirmos no trabalho. E face à dura realidade, poderemos sonhar que todos sejam felizes no trabalho, ou tal será uma quimera?


“Onde Está A Felicidade", Paulo Ferreira Da Cunha Apr 2013

“Onde Está A Felicidade", Paulo Ferreira Da Cunha

Paulo Ferreira da Cunha

Poderemos ser felizes? Passamos a maior parte do tempo a trabalhar, no emprego ou em casa, e em Portugal até dormimos cada vez menos. A aproximação à felicidade parece cada vez mais depender de como nos sentirmos no trabalho. E face à dura realidade, poderemos sonhar que todos sejam felizes no trabalho, ou tal será uma quimera?


Crime Virtuoso, Paulo Ferreira Da Cunha Mar 2013

Crime Virtuoso, Paulo Ferreira Da Cunha

Paulo Ferreira da Cunha

Neste artigo discute-se o que há de profundo e o que há de circunstancial na mania das fotocópias de livros e os problemas conexos da educação e da edição.


Para Uma Desconstrução Social E Política, Paulo Ferreira Da Cunha Feb 2013

Para Uma Desconstrução Social E Política, Paulo Ferreira Da Cunha

Paulo Ferreira da Cunha

Feira de vaidades, sociedade de enganos, mundo de aparências, a pólis em tempo de crise profunda mostra rostos que não são a sua alma, se é que ainda a tem (e não a vendeu já: por exemplo ao diabo). É preciso olhar raio X para ver através das cortinas de fumo quando, na comunidade política, por um lado se quer parecer o que se não é, ou meramente se pretende demostrar o que se pensa, sem se ter já qualquer veleidade de alterar o que está aí. Quando as consciências morais - ou quem a tal aspire - se limitam a querer ...


Vencer A Crise. Ética, Psicologia E Partidos, Paulo Ferreira Da Cunha Jan 2013

Vencer A Crise. Ética, Psicologia E Partidos, Paulo Ferreira Da Cunha

Paulo Ferreira da Cunha

Crise e medidas de liofilização e compressão ensurdecem toda a comunicação social. Há contudo que analisar as raízes psicológicas da crise e da crise sobre a crise, e urgentemente regenerar os partidos, sob pena de sempre se ter "mais do mesmo". Ou então muito diferente, porque a obstinação de uns levará à obstinação de outros. E se a II República não mostrar que vale a pena, poderá vir (o diabo não nos oiça) uma anti-república que se chamará IV (porque contará também o Estado Novo) a tentar resolver tudo à força.


Smart Power For Hard Problems: The Role Of Special Operation Forces Strengthening The Rule Of Law And Human Rights In Africa, Kevin H. Govern Jan 2013

Smart Power For Hard Problems: The Role Of Special Operation Forces Strengthening The Rule Of Law And Human Rights In Africa, Kevin H. Govern

Kevin H. Govern

This article will assess the roles and responsibilities of Special Operations Forces (SOF) within the newly created U.S. Africa Command (AFRICOM) as an active proponent of a so-called “smart power” national security strategy. In particular, it will outline the economic, political, and military challenges faced in Africa; specifically, how and why SOCAFRICA is the U.S. force of choice for promoting human rights and rule of law in Africa. With the goals of the U.S. military in mind, questions will necessarily arise as to “what success looks like” for both the U.S. and African nations, and the ...


Myth Of Indian Nuke Doctrine (Cpc Journal, No.1038, Us Air Force, Alabama, Shams Uz Zaman Mr. Dec 2012

Myth Of Indian Nuke Doctrine (Cpc Journal, No.1038, Us Air Force, Alabama, Shams Uz Zaman Mr.

Mr. Shams uz Zaman

No abstract provided.


Impostos E Alternativas, Paulo Ferreira Da Cunha Dec 2012

Impostos E Alternativas, Paulo Ferreira Da Cunha

Paulo Ferreira da Cunha

O Tribunal Constitucional terá que muito provavelmente apreciar o OGE para 2013. Será uma prova decisiva para a nossa democracia e a II República. Façamos entretanto um recuo e lembremos, ainda que muito sucintamente, os problemas de legitimação de qualquer tributação, e o contrato social para que remete. Será também que, como se dizia nos tempos da "dama de ferro", "there is no alternative"? Há sempre alternativas. Por isso é que há política e não mera tecnocracia. Há sempre Política. E sempre pode haver outras políticas, desde que haja políticos com coragem, imaginação e competência.


Massa E Elite. Uma Lição Da 'Renascença Portuguesa', Paulo Ferreira Da Cunha Dec 2012

Massa E Elite. Uma Lição Da 'Renascença Portuguesa', Paulo Ferreira Da Cunha

Paulo Ferreira da Cunha

Há muitos mitos e preconceitos sobre o elitismo e o seu papel em democracia. Confunde-se elite com oligarquia, por exemplo. Desde a Antiga Grécia que os regimes mais perfeitos eram mistos, em que não havia um único princípio a governar, mas vários. Hoje que as manifestações enchem as ruas e as massas podem ter maior protagonismo (já o estão a ter) é preciso refletir sobre o papel das massas e de como se relacionam com as elites. Um contributo para essa reflexão está já no movimento da Renascença Portuguesa, que se encontra em tempo de comemoração, mas também revisitação crítica ...


Da Universidade. Reflexão Jurídica Em Tempo De Crise, Paulo Ferreira Da Cunha Nov 2012

Da Universidade. Reflexão Jurídica Em Tempo De Crise, Paulo Ferreira Da Cunha

Paulo Ferreira da Cunha

Há princípios constitucionais para as Universidades. É bom que tal não se esqueça num tempo em que a Constituição está, mais que metida na gaveta, apedrejada todos os dias. E há princípios de bom senso, também. A Universidade não pode ser desvirtuada nem por asfixia financeira, nem por burocracia antidemocrática, nem por modismos que distraiam os professores (e até os estudantes) dos fins naturais e primaciais que tem: aprender e ensinar.


Brisa De Anomia - Da Constituição Real Ao Quotidiano Incompetente, Paulo Ferreira Da Cunha Nov 2012

Brisa De Anomia - Da Constituição Real Ao Quotidiano Incompetente, Paulo Ferreira Da Cunha

Paulo Ferreira da Cunha

Há vários sintomas de mal estar social, todos sabemos. Desde uma Constituição que parece ter passado a nominal ou semântica em algumas dimensões ao menos, não por culpa sua mas de quem a deveria cumprir, até ao esboroar das relações laborais e ao crescendo da insatisfação laboral de quem trabalha, a par do crescendo do desemprego, ou à falta de boa fé contratual... Sente-se ainda que muitos serviços estão a funcionar mal, mercê da precaridade dos contratos dos trabalhadores, promovidos a verdes colaboradores muitas vezes... Ainda parece, em geral, viver-se sob a lei, mas já há muitas bolsas de torto ...


O Cidadão E O Estadista, Paulo Ferreira Da Cunha Oct 2012

O Cidadão E O Estadista, Paulo Ferreira Da Cunha

Paulo Ferreira da Cunha

Fala-se muito em crise, naturalmente em mudanças políticas, e até em regeneração dos partidos. Cremos que esta é fundamental. Ou tal ocorre, ou virá, mais dia menos dia, após esta ou aquela convulsão, a ditadura e o partido único, sob qualquer bandeira, normalmente populista. Muitos estão já a atiçar o lume antipartidário e antidemocrático, como ocorreu noutros tempos. E apontando já os bodes expiatórios a sacrificar, enquanto os verdadeiros responsáveis passam ao largo... Por outro lado, não é Estadista quem quer. São precisas virtudes e qualidades. Não uma competência mitificada e abstrata. Mas projeto político e capacidade, experiência, etc.


Pak Nukes: Frenzy In Western Media (Cpc Journal, No.1025, Us Air Force, Alabama), Shams Uz Zaman Mr. Sep 2012

Pak Nukes: Frenzy In Western Media (Cpc Journal, No.1025, Us Air Force, Alabama), Shams Uz Zaman Mr.

Mr. Shams uz Zaman

Focus on the reports published in the US media against Pakistani nuclear capability.


Ecos Do Ipiranga. Autonomia, Cidadania E Justiça No Brasil, Paulo Ferreira Da Cunha Sep 2012

Ecos Do Ipiranga. Autonomia, Cidadania E Justiça No Brasil, Paulo Ferreira Da Cunha

Paulo Ferreira da Cunha

O grito do Ipiranga é um belo mito de independência. O Brasil é cultural e juridicamente uma realidade que está a construir uma interessantíssima identidade nacional, colhendo dos outros o que interessa, mas sobretudo afirmando-se com autonomia. E já pode exportar produtos jurídicos próprios, como, pela sua visibilidade, a publicidade televisiva das sessões do Supremo Tribunal Federal.


Paradigmas Jurídicos Do Ter, Paulo Ferreira Da Cunha Aug 2012

Paradigmas Jurídicos Do Ter, Paulo Ferreira Da Cunha

Paulo Ferreira da Cunha

A questão da propriedade é essencial ao Direito. A forma como com ela lida determina-o na sua essência. Por isso o primeiro grande paradigma jurídico foi o do direito objetivo, com relação de propriedade direta sobre as coisas, depois o subjetivo, em que a relação se subjetiviza e aparentemente (só aparentemente) se imaterializa, ao ponto de hoje tudo ser governado pelos Mercados sem rosto, e tem-se a esperança que possa vir a triunfar um Direito Novo, Humanista, Fraterno, em que conte mais a Pessoa que a propriedade. Este artigo recorda os momentos matinais em que se (de alguma forma miticamente ...


Direito Constitucional, Património Cultural, Paulo Ferreira Da Cunha Aug 2012

Direito Constitucional, Património Cultural, Paulo Ferreira Da Cunha

Paulo Ferreira da Cunha

Este artigo propõe o desafio teórico de se pensar o Direito Constitucional não só como como ciência de cultura (Peter Haeberle), mas ainda como património cultural, a defender também pela Cidadania.


Comunicação Política, Paulo Ferreira Da Cunha Jul 2012

Comunicação Política, Paulo Ferreira Da Cunha

Paulo Ferreira da Cunha

A sociedade de hipercomunicação e de espetáculo têm regras novas, que ainda não terão sido completamente assimiladas. Neste artigo se reflete quase aforisticamente sobre os problemas do diálogo em relação com a educação dos participantes, as bases de comunhão em que qualquer discussão tem de basear-se, o discurso do poder para o povo e do povo para o poder, as figuras deste, a perceção e a caricatura da realidade com aquele fim, e finalmente o papel comunicativo do representante.


Funcionários Públicos E Preconceitos Privados, Paulo Ferreira Da Cunha Jun 2012

Funcionários Públicos E Preconceitos Privados, Paulo Ferreira Da Cunha

Paulo Ferreira da Cunha

Açoitado pela crise, o País está crispado, e aponta o dedo a bodes expiatórios. Os verdadeiros culpados pela crise são porém fáceis de encontrar - e nalguns países encontraram-nos, julgaram-nos e condenaram-nos. Mas é interessante como aqui se desviam as atenções para grupos tradicionalmente estigmatizados pelas culpas alheias. Um dos alvos preferidos são os funcionários públicos.


Direito À Língua Portuguesa E Lusofonia, Paulo Ferreira Da Cunha Jun 2012

Direito À Língua Portuguesa E Lusofonia, Paulo Ferreira Da Cunha

Paulo Ferreira da Cunha

Há manobras de diversão no problema do Direito à Língua, nos países lusófonos. Não é o Acordo ortográfico que nos deita os parentes na lama (muita da argumentação contra ele parece ser xenófoba, preconceituosa, etc.). O que realmente nos prejudica a língua e a cabeça lusófona é a capitulação provinciana de muitos de nós e das nossas instituições ao falar e ao pensar da globalização. Porque a Língua é a casa do ser, se falarmos (e pensarmos) muito numa língua alheia, a nossa cabeça começa a moldar-se à cosmovisão desse idioma. Sem prejuízo, é claro, da necessidade de conhecer o ...


A Crise Económico-Financeira Europeia: Preconceitos E Realidades, Paulo Ferreira Da Cunha May 2012

A Crise Económico-Financeira Europeia: Preconceitos E Realidades, Paulo Ferreira Da Cunha

Paulo Ferreira da Cunha

Uma cortina de fumo pseudo-científica obnubila a realidade de um ataque brutal aos países periféricos da Europa, mais especificamente aos da grande civilização mediterrânica: grecos e latinos. Como é possível que quem tanto legou à Europa e ao Mundo seja agora estigmatizado como preguiçoso e caloteiro? Há uma guerra económica coberta por uma guerra ideológica. E nesta última os próprios visados (e alguns que deles deveriam ser solidários) deixam-se lamentavelmente convencer e autoflagelam-se como culpados. Há culpados, mas não são Povos que sempre viveram com dificuldades...


Individualismo, Massas E Direito, Paulo Ferreira Da Cunha May 2012

Individualismo, Massas E Direito, Paulo Ferreira Da Cunha

Paulo Ferreira da Cunha

Reflexões sobre o "ethos" nacional, a presente crise e a encruzilhada em que os juristas e sobretudo os constitucionalistas se encontram: entre refugiarem-se no formalismo ou aplicarem a Constituição e zelarem pela Justiça.


Constituição E Política, Paulo Ferreira Da Cunha Apr 2012

Constituição E Política, Paulo Ferreira Da Cunha

Paulo Ferreira da Cunha

Entre a Política e Direito, o Direito Constitucional está hoje esquecido entre nós? Ainda temos Constituição? Este livro procura perguntas e respostas para esta crise constitucional em que vivemos sem que se dê o nome à doença. Só com um diagnóstico rigoroso se poderão encontrar medicamentos e trabalhar pela cura. Propomos mais e não menos concretização da Constituição. Não é ela a lei das leis da República? Ou desistimos então também de estar num Estado de Direito?